Queridos filhos,

Nosso Post do Dia das Mães

6 de maio de 2013

Vocês já me ensinaram tanta coisa.

E não, não é aquele chavão do “me ensinaram o verdadeiro amor” e blá blá blá.
Isso é default de mãe, nem conta.

Tô falando de vocês dois, Clara e João.

Vocês já me ensinaram que mesmo zumbi a gente sobrevive dormindo de quatro em quatro horas. Que em viagens de carro, axé é  ritmo que faz os meus bebês pegarem no sono (judge me). Que eu consigo trocar uma fralda, pegar uma chupeta com o o pé esquerdo e contar uma historinha – tudo ao mesmo tempo. Me ensinaram a segurar minha ansiedade e ver vocês indo para a casa dos amiguinhos, sozinhos. Que um agarrinho antes de dormir é o melhor remédio anti-pesadelo. Vocês me ensinaram que eu não posso socar o amiguinho da escola que te trata mal no recreio. Me ensinaram que eu não precisava stalkear o acampamento da escola  porque vocês já sabem o que é certo e errado.Que eu tenho que ser pelo menos educada com a mãe da amiguinha que você adora. Vocês me ensinaram que quando eu tô triste, uma guerra de travesseiros resolve – sempre.

Vocês me ensinaram que falar a real sobre o que eu estou vivendo e sentindo é, por mais dura que a verdade seja, a melhor coisa que eu posso fazer. Porque, no final das contas…vocês já sabiam. Vocês sempre sacam, não é mesmo?

Vocês estão me ensinando o quão legal é ver vocês crescerem e virarem simplesmente pessoinhas LEGAIS. Gente que eu me orgulho e que quero ter por perto. E tô achando que esse negócio de ser mãe é sobre isso: ver se a gente consegue ajudar vocês a se tornarem pessoas legais.

O tal do “resultado” se você é ou não uma boa mãe é tão simples e difícil quanto isso.

E o que eu posso dar de volta para vocês?

Além de toda aquela historia sobre o “verdadeiro amor” e tal, e muitos beijos e cosquinhas no suvaco; eu quero, acima de tudo, poder também continuar me transformando na pessoa que EU acho que VOCÊS teriam orgulho e gostariam de estar perto. Assim, uma pessoa LEGAL. Que nem vocês.

Amar vocês sem cobrar. Rezar para vocês, sem criar expectativas. Confiar em vocês, dando a liberdade que vocês merecem. Fazer lembranças hoje, que vão ficar pra sempre nas suas vidas.

Enfim, ser uma mãe perfeita.

E como sei que isso vai ser impossível, fica aqui a minha promessa de tentar chegar o mais perto disso que eu puder. E olha, vou contar pra vocês: não é pouco.

Então capricha no meu presente de Dia das Mães que eu mereço.

Amo vocês.

Luciana Musa é mãe da Clara (8) e do João (6)

281 1 1 0 1 0

Comente este post

Comentários

  1. Muito lindo e claro…somos todas muuuuuito parecidas, por isso identifiquei-me demais com essa mãe!
    E chorei!
    Bjs